Escolha uma Página

A construção civil é uma das diversas áreas que necessita de inovações, especialmente invenções que, podem ser usadas pelo pequeno construtor com a finalidade de potencializar a praticidade de sua obra, melhorando-a.

Pequenos problemas que não aparecem na construção, mas no momento delicado de entregar a obra ao cliente. Um desses problemas está relacionado aos tubos que protegem e canalizam os fios elétricos, os chamados “conduítes”.

Na maioria das vezes, o proprietário da construção não percebe que durante a obra o conduíte foi partido, amassado, rompido ou até mesmo houve a interrupção da passagem devido a detritos que se alojaram em seu interior. Com isso a passagem dos fios se torna um problema de difícil solução, que obriga o rompimento de paredes para corrigir a instalação.

Foi pensando nisso que o Sr. Jefferson de Oliveira Mendes Carvalho criou o conduíte com fios elétricos ou guias embutidos. Trata-se de uma grande vantagem econômica para a construção, levando-se em consideração o tempo de colocação dos fios elétricos nos conduítes tradicionais que demandam horas, além do esforço exigido do trabalhador que pode até levá-lo a lesões graves e afastamento do trabalho.

O conduÍte pode ser de duas formas: fornecido com o fio elétrico com as medidas (bitolas) mais comuns já embutidos. Na outra, poderá ser incluído uma guia para colocação de fios elétricos. Esse caso se presta a solucionar o problema de instalações que necessitem de diversos fios ou fios de bitolas diferentes.

Ao examinar o produto aqui descrito, podemos ver as enormes vantagens para o consumidor que necessita de inovações para agilizem a sua construção, promovendo economia e evitando problemas, resultando em mais conforto em sua vida.

Por tudo isso, vê-se a enorme vantagem de um conduíte com os fios embutidos como o apresentado aqui polo inventor.

CONDUÍTE COM FIO INTERNO OU GUIA PARA CONSTRUÇÃO CIVIL

Título: “CONDUITE COM FIO INTERNO OU GUIA PARA CONSTRUÇÃO CIVIL”
Inventor: Jefferson de Oliveira Mendes Carvalho
O inventor pretende fazer contratos de exploração de sua patente ou vendê-la.